Explosão no porto de Aratu ameaça comunidades quilombolas

Ilha de Maré

Salvador (Brasil) – No final da tarde de hoje, dia 17/12, ocorreu uma explosão no Porto de Aratu, deixando em pânico as comunidades remanescentes de quilombo em Ilha de Maré e adjacências.

Foi ouvida uma forte explosão, chegando a estremecer as habitações dos quilombolas. Em seguida, espalhou-se uma fumaça densa. Devido ao vento nordeste, esta fumaça logo atingiu as comunidades de Botelho e Neves. Pouco a pouco, esta fumaça aproxima-se das outras comunidades, espalhando um odor insuportável. As crianças estão passando mal e as comunidades estão em desespero com esta situação. Até o momento os órgãos ambientais estão omissos.

 

Comunidade da Ilha de Maré; foto reprodução

Ilha de Maré: uma das comunidades em foco

Algumas informações não oficiais – originadas de trabalhadores do Porto – revelam que houve um grave acidente quando um navio descarregava Benzeno e Propeno para indústrias químicas que estão sediadas no Porto de Aratú.

Faz bastante tempo que as comunidades remanescentes de quilombo de Ilha de Maré denunciam a situação de racismo ambiental imposta por empresas que desrespeitam a lei e os direitos humanos das comunidades, sem que providências efetivas sejam tomadas. | Fonte: Racismo Ambiental

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply