Jornalistas lançam encarte especial sobre Violência e Consciência Negra

Maceió (Brasil) – Para celebrar os seus seis anos de fundação (24.11) a Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial em Alagoas (Cojira-AL) do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas (Sindjornal), publicou a quarta edição a publicação Axé Especial em parceria com
o com o jornal Tribuna Independente e o apoio da Prefeitura de Maceió.

Nesse domingo, todos os assinantes do jornal alagoano receberam o encarte afro em casa, que também está sendo distribuído pelos integrantes da comissão em eventos no mês da consciência negra.

Abordando vários assuntos pertinentes aos interesses da população negra na área da saúde, educação, cultura, justiça, institucionalidade e ativismo, a  publicação traz uma reportagem especial de capa sobre a violência que, espelhando-se na realidade do resto do país,  acomete um grande número de jovens daquele Estado.

A logo comemorativa  da Cojira-AL

A logo comemorativa da Cojira-AL

A reportagem chama àtenção da violência policial contra jovens negros se tornar um fato corriqueiro no cenário, pela simples evidência da cor da pele. E apresenta as estatísticas do país entre 2002 e 2012, com  65,8% de homicídios entre os jovens brasileiros referentes a jovens negros.

Foram mais de 231 mil homicídios de jovens no país, diz o boletim; “considerando que Alagoas lidera o ranking de homicídios no país, logo podemos constatar que a juventude negra pede socorro em nosso Estado” . De acordo com o Ipea, Alagoas é o estado em que é registrada a maior diferença entre a morte violenta de negros e não negros: 17,4 negros mortos para cada vítima de outra cor. Entre os negros, são 76 mortes em cada grupo de 100 mil pessoas.

A Cojira-AL foi o primeiro coletivo da categoria a ser implantado na região Nordeste. Tem como objetivo sensibilizar profissionais quanto ao compromisso de exercer um jornalismo voltado para o respeito à diversidade de etnia, credo e gênero; e na luta contra o racismo midiático. Fonte: Cojira-AL

 

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply